Thursday, October 28, 2021
HomeEntretenimentoCrítica de 'Jolt': Kate Beckinsale Rages em Forgettable Thriller

Crítica de ‘Jolt’: Kate Beckinsale Rages em Forgettable Thriller

Kate Beckinsale leva o controle da raiva ao extremo em uma comédia de ação esquecível. Solavanco é o conto de quebrar cabeças e ossos de Lindy Lewis. Uma mulher que sofre de, tambores, por favor, “Desordem Explosiva Intermitente”. É uma condição maníaca que leva a ataques agressivos de raiva; um problema mental real e não apenas um trocadilho inteligente com IEDs. Uma vez ativada, ela vai quebrar e esmurrar seu alvo até virar uma polpa sangrenta. O problema é que ela controla esses impulsos eletrocutando-se por meio de um dispositivo sofisticado. Solavanco tem personagens interessantes, mas um enredo óbvio e direção desleixada. Nunca é mais do que um filme B com um elenco A-list.

Solavanco começa com Lindy Lewis (Kate Beckinsale) indo a um encontro às cegas. Ela tem um flashback de sua juventude problemática. Em seguida, explica como ela chegou a este ponto de pais terríveis, para ser internada e uma tentativa de restrição no exército. Ela conhece Justin (Jai Courtney), um contador tímido, em um restaurante. Lindy quase explode na garçonete rude, mas se acalma com seu controle pendente. Ela surpreendentemente se dá bem com Justin. Ele também não se apavora com o cinto de segurança dela quando a noite se torna romântica.

Lindy se apaixona pela primeira vez na vida. Seu psiquiatra decadente (Stanley Tucci), que tem que acorrentá-la em suas sessões para segurança, sente que ela está fazendo um progresso real. Sua breve felicidade esmorece quando Justin não aparece para um encontro. Ela é contatada por dois detetives (Bobby Cannavale, Laverne Cox) que Justin foi assassinado. Pior ainda, ela é suspeita por causa de seu passado violento. O coração partido de Lindy se transforma em uma fúria alimentada por foguetes. Nada a impedirá de encontrar o assassino de Justin.

As apresentações individuais são divertidas. Kate Beckinsale provou que a ação se sobressai para fazer seu personagem. O filme também corta para ela imaginar uma punição brutal a qualquer aborrecimento antes de se matar. Não mexa no tapete de ioga dela. A atriz trans Laverne Cox consegue algumas risadas com farpas cômicas. Bobby Cannavale interpreta o “bom policial” que realmente se preocupa com a segurança de Lindy. O conjunto principal são veteranos de Hollywood. É o material e a direção do roteiro que ficam aquém.

As grandes cenas de ação são snoozers. Lindy se diverte ao atacar vilões, mas várias perseguições e um confronto clímax são bastante decepcionantes. Solavanco tem um fluxo irregular que prejudica o ritmo em um filme que mal chega a noventa minutos. Diretora Tanya Wexler (Histeria, Buffaloed) dá tempo suficiente para explicar a condição de Lindy, mas é muito mecânico em sua coreografia de ação. Solavanco precisava aumentar a voltagem quando Lindy realmente se solta.

Kate Beckinsale é sempre carismática. Uma atriz inferior teria parecido tola aqui. Muito parecido com o Submundo franquia, ela eleva o material schlocky. Solavanco funciona melhor como uma história de origem. O terceiro ato prepara Lindy para aventuras maiores com uma reviravolta especial. Então, a melhor parte de Solavanco é que ele estabelece um caminho para uma sequência, esperançosamente, melhor. O filme é produzido pela Millennium Films, Busted Shark Productions e Campbell Grobman Films. Solavanco será lançado exclusivamente em 23 de julho no Amazon Prime Video.

As visões e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a política oficial ou a posição da.

source – movieweb.com

Deep sagar N
Hi thanks for visiting Asia First News, I am Deep Sagar I will update the daily Hollywood News Here, for any queries related to the articles please use the contact page to reach us. :-
ARTIGOS RELACIONADOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais popular

x