Wednesday, December 1, 2021
HomeEsportes motorizadosWRC Monza: The Good, The Bad e um campeão mundial oito vezes

WRC Monza: The Good, The Bad e um campeão mundial oito vezes

Melhor desempenho – Sebastien Ogier e Julien Ingrassia

A batalha titânica travada entre os companheiros de equipe da Toyota, Sebastien Ogier e Elfyn Evans, pela vitória no Rally Monza, poderia ter rendido a ambos os pilotos o gongo máximo na semana passada.

Mas seria injusto não premiar Ogier e Ingrassia com melhor desempenho, a dupla emergindo de uma luta emocionante com Evans e Scott Martin para erguer um emocionante oitavo título mundial em seu evento final juntos, enquanto Ingrassia pendura seu capacete para sempre. Foi uma espécie de adeus também para Ogier, que só disputará ralis selecionados no próximo ano.

MAIS: Como Ogier emergiu da sombra de Loeb para formar sua própria lenda do WRC

Ogier e Ingrassia mostraram o que o WRC vai perder na próxima temporada, já que a dupla só precisava terminar em sexto ou superior para selar o título. Mas eles produziram um desempenho vintage para vencer o rali.

Apesar de insistir que estava focando apenas em si mesmo e não na batalha com Evans, Ogier conseguiu não apenas derrotar seu rival pelo título, mas também lidar com a pressão e a emoção de sua última chance de ganhar outro título mundial.

Depois de uma batalha que viu a liderança alternar entre Ogier e Evans seis vezes, o primeiro saiu na frente por 7,3 segundos. O único defeito veio quando o francês cortou uma barreira de concreto, marcando uma chicane no famoso banco de Monza, que poderia ter atrapalhado o final de conto de fadas para sua carreira em tempo integral no WRC.

Menções honrosas – Elfyn Evans e Oliver Solberg

Evans merece grande crédito por cambalear em Ogier na segunda metade da temporada, reduzindo o déficit de 44 pontos para apenas 17, levando a luta pelo título para a rodada final.

O galês também merece muitos elogios por sua força de luta durante o Rally Monza, já que o piloto de 32 anos fez tudo o que pôde para pressionar Ogier em uma tentativa de forçar um erro que levaria o título para longe.

Evans estrelou nas etapas do circuito de Monza na sexta e no sábado, que o deixou apenas meio segundo atrás de seu rival no domingo. Um erro na penúltima etapa custou-lhe uma chance de vitória no rally, mas mesmo assim foi uma atuação admirável que criou um final fascinante.

Da mesma forma, Oliver Solberg da Hyundai é digno de menção em apenas sua quarta saída em um carro WRC completo, marcando seu melhor resultado até agora, cortesia de uma boa condução até o quinto lugar.

O sueco competiu a distância com apenas um pequeno susto, mas o mais importante é que o filho do campeão mundial de 2003 Petter Solberg foi capaz de igualar seus companheiros de equipe Hyundai mais experientes.

“Eu quero continuar!” disse Solberg. “Quando você tem um carro como o Hyundai i20 Coupe WRC, não quer parar de dirigi-lo. Esta tem sido uma semana tão legal, tão fantástica.

“Acho que a velocidade que tivemos foi boa aqui. Ser capaz de lutar com meus companheiros de equipe foi mais do que eu esperava, para ser honesto. ”

Com certeza, Solberg terá muito mais oportunidades no WRC no próximo ano, tendo garantido um assento no terceiro carro da equipe ao lado de Dani Sordo.

Oliver Solberg, Elliott Edmondson, Hyundai 2C Competition Hyundai i20 Coupe WRC

Lucky Escapes

Há uma boa chance de Thierry Neuville, da Hyundai, ter terminado o final da temporada em terceiro no geral, não fosse por acertar uma barreira em um canto direito no início da fase 9.

O belga venceu a Etapa 8 no sábado nas montanhas de Bergamo, mas desabou apenas 0,5 km no teste seguinte. Surpreendentemente, ele conseguiu continuar sem diminuir o ritmo – mas o tempo perdido no acidente acabou custando-lhe um pódio para o companheiro de equipe Sordo.

Adrien Fourmaux, da M-Sport, teve sorte de um acidente na Etapa 3 não ter sido tão sério quanto parecia.

O francês, lutando com uma mistura de pneus duros e macios em seu Fiesta, bateu nas costas em um apertado canhoto que desencadeou um rolamento lento. O carro acabou parando perigosamente empoleirado no topo de uma barreira armco que guardava uma encosta íngreme.

Como mencionado anteriormente Ogier, também teve a sorte de escapar de uma ligeira altercação com uma barreira de concreto.

Sébastien Ogier, Julien Ingrassia, Toyota Gazoo Racing WRT Toyota Yaris WRC com o tem

Equipe da Semana – Toyota

A Toyota fechou a temporada do WRC em grande estilo com uma dobradinha no Rally Monza, com Ogier superando Evans, a dupla terminando nessa ordem na classificação do campeonato mundial. A equipe também conquistou o título de construtores depois de perder para a Hyundai na temporada passada, marcando um primeiro ano de sucesso com o novo chefe Jari-Matti Latvala no comando.

A equipe executou uma estratégia perfeita para selar o título, pedindo a Kalle Rovanpera que sacrificasse seu rally para permitir a Ogier e Evans uma luta justa e sem barreiras para decidir o coroamento dos pilotos. Rovanpera dirigia de forma conservadora – ou, como ele disse, “como levar sua avó à igreja” – apenas no caso de um de seus companheiros de equipe cair da estrada e deixar uma janela para a Hyundai explorar.

“Temos trabalhado muito para conquistar o campeonato de construtores e os campeonatos de pilotos e co-pilotos ao mesmo tempo”, disse Latvala.

“Estou muito grato pela equipe. Temos uma equipe fantástica, com ótimas pessoas e os melhores pilotos do campeonato. Estou muito orgulhoso de todos os membros da equipe e das tripulações. ”

Top Tweets

Conforme destacado anteriormente, Rovanpera foi forçado a dirigir com as mãos amarradas, por assim dizer. Mas quando as algemas foram removidas no estágio final, ele deu aos fãs de Monza muito o que comemorar.

Ele citou este momento “como um problema com as notas de ritmo”, como evidenciado claramente a seguir.

Há uma política estrita de proibição de fumar no paddock de Monza, mas ninguém disse a Oliver Solberg claramente.

Os carros do WRC atacando o icônico banco de Monza devem ser indiscutivelmente um dos melhores pontos turísticos do automobilismo. Foi, portanto, uma despedida adequada para a atual geração de carros, apelidada de ‘Grupo B moderno’.

Hot Shots

Sébastien Ogier, Julien Ingrassia, Toyota Gazoo Racing WRT Toyota Yaris WRC
Adrien Fourmaux, Alexandre Coria, M-Sport Ford WRT Ford Fiesta WRC
Oliver Solberg, Elliott Edmondson, Hyundai 2C Competition Hyundai i20 Coupe WRC
Vencedor e campeão Sébastien Ogier, Julien Ingrassia, Toyota Gazoo Racing WRT Toyota Yaris WRC
Takamoto Katsuta, Aaron Johnston, Toyota Gazoo Racing WRT Toyota Yaris WRC

Vídeo principal

source – www.autosport.com

Prashanth R
Hi thanks for visiting Asia First News, I am Prashanth I will update the daily Sports News Here, for any queries related to the articles please use the contact page to reach us. :-
ARTIGOS RELACIONADOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais popular

x