Thursday, October 28, 2021
HomeNotícias de criptomoeda2021 é o ano dos tokens de segurança?

2021 é o ano dos tokens de segurança?

Não é à toa que o Blockchain é uma das tecnologias de crescimento mais rápido em todo o mundo. Além disso, não se pode fugir do fato de que parte de sua popularidade deriva de criptomoedas. Já faz mais de uma década que criptomoedas passaram a existir, como o Bitcoin – a primeira criptomoeda foi lançada no ano de 2009. Desde então, centenas e milhares de criptomoedas surgiram e não havia como voltar atrás. No mundo de hoje, parece que a palavra “criptomoeda” está um tanto desatualizada. O que é bastante comum ouvir é a OIC – Oferta Inicial de Moedas – um meio não regulamentado pelo qual são levantados fundos para novos empreendimentos de criptomoeda. Essas moedas geradas pela ICO são comumente chamadas de “tokens”. Por falar nisso, o que não pode deixar de ser mencionado é o surgimento de um tipo especial de token, chamado de token de segurança. É um dispositivo portátil que autentica a identidade de uma pessoa eletronicamente, armazenando certas informações pessoais.

Os tokens de segurança são contratos líquidos e digitais para frações de qualquer ativo que já tenha valor. O ativo pode ser qualquer coisa, por exemplo – imóveis, um carro, ações corporativas, etc. Há uma ampla variedade de formas que um token de segurança pode assumir desde tokens de hardware que contêm chips, tokens USB que se conectam a portas USB, sem fio Tokens de Bluetooth para porta-chaves eletrônicos programáveis. Ao usar tokens de segurança, os investidores podem esperar que sua participação acionária seja preservada no livro razão do blockchain. Em uma nota promissora, os tokens de segurança têm o potencial de turvar os mercados financeiros tradicionais em favor dos modelos de blockchain mais novos e híbridos.

Quer saber como funcionam os tokens de segurança? Bem, um token de segurança fornece autenticação para acessar um sistema. Isso é feito por meio de qualquer dispositivo que gere uma senha. O dispositivo usado gera uma nova senha toda vez que é usado. Portanto, se o usuário deseja efetuar login em um computador ou rede privada virtual, um token de segurança pode ser usado digitando a senha gerada por ele. A tecnologia é tal que o aparelho gera um número aleatório, criptografa e envia para um servidor com informações de autenticação do usuário. O que se segue é o envio de uma resposta criptografada que só pode ser descriptografada pelo dispositivo. Hacking não é algo para se preocupar pelo fato de que o dispositivo é reutilizado para cada autenticação, o que significa que o servidor não precisa armazenar nenhuma informação de nome de usuário ou senha.

Não é à toa que IDs de usuário e senhas são a forma de autenticação mais amplamente usada. No entanto, não se pode negar que os tokens de segurança são uma opção mais segura para proteger redes e sistemas digitais. O que é um ponto fraco quando se trata de IDs de usuário e senhas é que eles nem sempre são seguros. Com uma variedade de métodos que os hackers podem usar para quebrar as senhas, o fato de que as senhas se tornam vulneráveis ​​não pode ser esquecido.

Os últimos anos foram nada menos que uma montanha-russa para criptomoedas. Porém, o que continua consistente é que, apesar de tudo isso, existem projetos que trazem valor real para os investidores. Os ativos digitais sempre foram aplicativos significativos para os investidores. Agora, o que precisamos esperar – 2021 é o ano dos tokens de segurança? Considerando as vantagens e a segurança que um token de segurança traz, é altamente provável que sua implementação sofra um aumento nos próximos anos. Vamos ficar atentos!

Mais informações

source – www.analyticsinsight.net

ARTIGOS RELACIONADOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais popular

x